Click here to close now.




















Welcome!

API Journal Authors: Elizabeth White, Carmen Gonzalez, Liz McMillan, AppDynamics Blog, Vormetric Blog

News Feed Item

TSYS vai adquirir a NetSpend

A TSYS® (NYSE: TSS), uma líder global fornecedora de soluções de pagamento, e a NetSpend (NASDAQ: NTSP), fornecedora líder de cartões de débito pré-pagos recarregáveis de uso geral – o GPR – e de outros serviços financeiros para consumidores sem conta bancária nos Estados Unidos, anunciaram hoje que firmaram um contrato definitivo no qual a TSYS irá adquirir a NetSpend em uma transação à vista no valor de aproximadamente US$ 1,4 bilhão. Sob os termos do contrato, os acionistas da NetSpend receberão US$ 16,00 em dinheiro por cada ação ordinária da NetSpend. A TSYS espera que a operação seja um acréscimo ao PCGA de ganho por ação para o primeiro período de 12 meses após o fechamento, excluindo taxas únicas de aquisição e despesas relacionadas.

A extensa rede de distribuição da NetSpend oferece aos consumidores a possibilidade de comprar cartões de débito pré-pagos em mais de 62.000 estabelecimentos comerciais de distribuição, como varejistas, empresas de troca de cheques, lojas de conveniências, padarias, seguradoras, preparadores fiscais e muitos outros. É também uma das principais fornecedoras de soluções de cartões corporativos salariais, e tem um canal de distribuição direto que alcança os consumidores por meio de fontes de marketing direto, online e dispositivos móveis. A NetSpend atende atualmente mais de 2,4 milhões de contas, 46% das quais são contas de depósito direto, com mais de 500 distribuidores de varejo e mais de 130.000 locais de recarga.

“A aquisição da NetSpend é realmente um evento de transformação para a TSYS e para os consumidores em geral. Isto nos permite atender nossos objetivos estratégicos de diversificar nossos negócios, sendo uma fornecedora mais inovadora de soluções e pagamentos e expandindo o nosso papel dentro de uma área de pagamentos que deve crescer a uma taxa anual de 20% nos próximos quatro anos*. A aquisição também complementa a nossa já forte presença no mercado de processamento pré-pago”, disse Philip W. Tomlinson, presidente do conselho e diretor executivo da TSYS. “Ao adquirir a NetSpend, ganhamos uma equipe de liderança com experiência profunda em pré-pagos, uma empresa com tecnologia escalável e uma oferta de produtos diferenciados, personalizados para os parceiros e canais que atendem. A missão da NetSpend é trazer aos consumidores a conveniência, segurança e liberdade para serem seus próprios bancos, e essa promessa se ajusta com a abordagem da TSYS de pagamentos centrados nas pessoas, que se espera adicionar capacidades significativas em termos de crescimento da receita futura para nossas empresas.”

“Com a força e os recursos da TSYS, nossas possibilidades são infinitas”, disse Dan Henry, diretor executivo da NetSpend, que fará parte da equipe executiva da TSYS. “Eu não consigo imaginar uma líder melhor posicionada no setor que possa nos ajudar a levar a NetSpend para o próximo nível. Trazemos um negócio significativo e de rápido crescimento para a TSYS, e seremos capazes de oferecer nossos produtos e serviços exclusivos para os consumidores sem conta bancária de forma mais ágil do que nunca. Construímos uma equipe tão incrível aqui na NetSpend, e estamos empolgados por ser a mais nova adição à TSYS.”

A transação deverá ser concluída em meados de 2013, sujeita a aprovações regulatórias, à aprovação pelos acionistas da NetSpend e às condições habituais de fechamento.

*Fonte: First Annapolis Consulting

Assessoria financeira e jurídica

A Houlihan Lokey está atuando como assessora financeira exclusiva, e a King & Spalding está atuando como assessora jurídica da TSYS em relação à transação. A BofA Merrill Lynch está atuando como assessora financeira exclusiva, e a Fried Frank está atuando como assessora jurídica da NetSpend.

Detalhes da teleconferência

As gerências da TSYS e da NetSpend vão discutir a aquisição em uma teleconferência no dia 19 de fevereiro de 2013, às 18h no horário da costa leste. A TSYS publicou uma apresentação em slides relacionada a essa transação na seção de relações com investidores de seu site, www.tsys.com, na guia “Investidores” e “Webcasts and Presentations”.

Sobre a NetSpend

A NetSpend é uma fornecedora líder de cartões de débito pré-pagos recarregáveis de uso geral e serviços financeiros relacionados para os cerca de 68 milhões de consumidores nos Estados Unidos que não têm uma conta bancária tradicional ou que dependem de serviços financeiros alternativos. A missão da empresa é desenvolver produtos e serviços que tragam aos consumidores a conveniência, segurança e liberdade para serem seus próprios bancos. Sediada em Austin, Texas, a NetSpend é comercializada no índice NASDAQ sob o símbolo NTSP. Visite http://www.netspend.com para obter mais informações.

Sobre a TSYS

Na TSYS (NYSE: TSS), acreditamos que os pagamentos devem girar em torno das pessoas - e não o contrário. Chamamos essa crença de “Pagamentos centrados em pessoasSM”. Ao situar as pessoas no centro de cada decisão que tomamos, com serviços de atendimento ao cliente e percepção de segmento incomparáveis, a TSYS oferece suporte a instituições financeiras, negócios e governos em mais de oitenta países. Ao oferecer soluções de aceitação de pagamentos no comércio e serviços de crédito, débito, pré-pago, móveis, chip e assistência à saúde, entre outros, fazemos com que as pessoas do mercado global conduzam transações eletrônicas de forma segura, com confiança e conveniência.

A sede da TSYS localiza-se em Columbus, na Geórgia, com escritórios localizados nas Américas, Oriente Médio, África, Europa e Ásia-Pacífico. A TSYS oferece serviços para mais da metade dos vinte maiores bancos internacionais, é uma empresa Fortune 1000 e foi indicada como uma das empresas mais éticas do mundo de 2012 pela revista Ethisphere. Para mais informações, acesse www.tsys.com.

Declarações prospectivas

Este comunicado de imprensa contém certas declarações identificadas como “declarações prospectivas” dentro dos significados da Lei de Valores Mobiliários de 1933 e da Lei da Bolsa de Valores de 1934, conforme alterada pela Lei de Reforma de Litígio de Títulos Privados de 1995. Essas declarações prospectivas incluem, entre outras, declarações sobre os benefícios esperados de uma combinação potencial entre a TSYS e a NetSpend, incluindo o impacto esperado sobre os lucros da TSYS, a taxa de crescimento esperada da indústria de GPR, o impacto positivo esperado sobre o crescimento de receitas futuras e o tempo esperado para o fechamento da aquisição. Essas declarações prospectivas podem ser identificadas pelo uso de termos como “esperado”, “antecipado”, “acredita-se”, “estimado”, “potencial”, “deveria” ou palavras semelhantes destinadas a identificar a informação que não é histórica por natureza. Essas declarações são baseadas nas crenças e expectativas atuais da TSYS e na gestão atual da NetSpend, conforme aplicável, e estão sujeitas a riscos conhecidos e desconhecidos e a incertezas. Não há garantia de que a transação em potencial será consumada, e há uma série de riscos e incertezas que podem causar resultados reais que diferem materialmente daqueles contemplados pelas declarações prospectivas, incluindo, mas não limitado às partes serem incapazes de obter as sinergias e eficiências operacionais na fusão dentro dos prazos esperados ou em um todo integrar com sucesso as operações da NetSpend nas da TSYS; essa integração pode ser mais difícil, demorada ou custosa do que o esperado; receitas na sequência da transação podem ser menores do que o esperado; custos operacionais, perda de clientes e interrupção de negócios (incluindo, sem limitação, dificuldades em manter relacionamentos com funcionários, clientes ou fornecedores) podem ser maiores do que o esperado após a transação; a retenção de certos funcionários-chave na NetSpend; a ocorrência de qualquer evento, alteração ou outras circunstâncias que poderiam dar lugar à rescisão do contrato de fusão; o resultado de qualquer processo judicial que possa ser proposto contra as partes e outros relacionados com o contrato de fusão; aprovação dos acionistas ou de outras condições para a conclusão da transação não poderem ser satisfeitas, ou as aprovações regulatórias necessárias para a transação não poderem ser obtidas nos termos esperados ou no cronograma previsto; falha na conclusão das operações de financiamento contempladas para financiar o preço de compra ou outros custos e despesas da fusão; o montante dos custos, taxas, despesas e encargos relacionados com a fusão e as operações de financiamento necessárias para completar a fusão; e a capacidade das partes para atender as expectativas em relação aos tratamentos de conclusão, tempo, contábil e tributário da fusão. Para obter mais informações sobre os riscos associados com os negócios da TSYS e da NetSpend, consulte os arquivos respectivos com a Comissão de Valores Mobiliários, incluindo relatórios anuais no formulário 10-K para o ano mais recentemente encerrado, relatórios trimestrais no formulário 10-Q e relatórios atuais no formulário 8-K. As partes acreditam que essas declarações prospectivas sejam razoáveis; no entanto, confiança indevida não deve ser colocada em quaisquer declarações prospectivas, que são baseadas em expectativas atuais. Nem a TSYS nem a NetSpend assumem qualquer obrigação de atualizar quaisquer declarações prospectivas, como resultado de novas informações, desenvolvimentos futuros ou outros.

Informações adicionais e onde encontrá-las

Esta comunicação pode ser considerada como uma solicitação em relação à proposta de aquisição da NetSpend pela TSYS. Em conexão com a aquisição proposta, a TSYS e a NetSpend pretendem arquivar os materiais relevantes junto à SEC, incluindo a declaração de procuração da NetSpend no cronograma 14A. ACIONISTAS DA NETSPEND DEVEM LER TODOS OS DOCUMENTOS RELEVANTES ARQUIVADOS JUNTO À SEC, INCLUSIVE A DECLARAÇÃO DE PROCURAÇÃO DA NETSPEND, PORQUE VÃO CONTER INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE A TRANSAÇÃO PROPOSTA E RESPECTIVAS PARTES. Os investidores e detentores de títulos poderão obter os documentos (quando disponíveis), gratuitamente, no site da SEC http://www.sec.gov, e acionistas da NetSpend receberão informações no momento apropriado sobre como obter gratuitamente os documentos relacionados à transação da NetSpend. Tais documentos não estão disponíveis atualmente.

Participantes na solicitação

A TSYS e seus diretores e executivos, e a NetSpend e seus diretores e executivos, podem ser considerados participantes na solicitação de procurações de detentores de ações ordinárias da NetSpend em relação à transação proposta. Informações sobre os diretores e executivos da TSYS foram estabelecidas em sua declaração de procuração na reunião anual de acionistas de 2012, que foi arquivada junto à SEC em 15 de março de 2012. Informações sobre os diretores e executivos da NetSpend foram estabelecidas em sua declaração de procuração na reunião anual de acionistas de 2012, que foi arquivada junto à SEC em 30 de março de 2012. Os investidores podem obter informações adicionais sobre o interesse dessas pessoas, lendo a declaração de procuração referente à aquisição, quando ela se tornar disponível.

More Stories By Business Wire

Copyright © 2009 Business Wire. All rights reserved. Republication or redistribution of Business Wire content is expressly prohibited without the prior written consent of Business Wire. Business Wire shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

@ThingsExpo Stories
For IoT to grow as quickly as analyst firms’ project, a lot is going to fall on developers to quickly bring applications to market. But the lack of a standard development platform threatens to slow growth and make application development more time consuming and costly, much like we’ve seen in the mobile space. In his session at @ThingsExpo, Mike Weiner, Product Manager of the Omega DevCloud with KORE Telematics Inc., discussed the evolving requirements for developers as IoT matures and conducted a live demonstration of how quickly application development can happen when the need to comply wit...
Explosive growth in connected devices. Enormous amounts of data for collection and analysis. Critical use of data for split-second decision making and actionable information. All three are factors in making the Internet of Things a reality. Yet, any one factor would have an IT organization pondering its infrastructure strategy. How should your organization enhance its IT framework to enable an Internet of Things implementation? In his session at @ThingsExpo, James Kirkland, Red Hat's Chief Architect for the Internet of Things and Intelligent Systems, described how to revolutionize your archit...
SYS-CON Events announced today that HPM Networks will exhibit at the 17th International Cloud Expo®, which will take place on November 3–5, 2015, at the Santa Clara Convention Center in Santa Clara, CA. For 20 years, HPM Networks has been integrating technology solutions that solve complex business challenges. HPM Networks has designed solutions for both SMB and enterprise customers throughout the San Francisco Bay Area.
MuleSoft has announced the findings of its 2015 Connectivity Benchmark Report on the adoption and business impact of APIs. The findings suggest traditional businesses are quickly evolving into "composable enterprises" built out of hundreds of connected software services, applications and devices. Most are embracing the Internet of Things (IoT) and microservices technologies like Docker. A majority are integrating wearables, like smart watches, and more than half plan to generate revenue with APIs within the next year.
The Internet of Everything (IoE) brings together people, process, data and things to make networked connections more relevant and valuable than ever before – transforming information into knowledge and knowledge into wisdom. IoE creates new capabilities, richer experiences, and unprecedented opportunities to improve business and government operations, decision making and mission support capabilities.
Growth hacking is common for startups to make unheard-of progress in building their business. Career Hacks can help Geek Girls and those who support them (yes, that's you too, Dad!) to excel in this typically male-dominated world. Get ready to learn the facts: Is there a bias against women in the tech / developer communities? Why are women 50% of the workforce, but hold only 24% of the STEM or IT positions? Some beginnings of what to do about it! In her Opening Keynote at 16th Cloud Expo, Sandy Carter, IBM General Manager Cloud Ecosystem and Developers, and a Social Business Evangelist, d...
In his keynote at 16th Cloud Expo, Rodney Rogers, CEO of Virtustream, discussed the evolution of the company from inception to its recent acquisition by EMC – including personal insights, lessons learned (and some WTF moments) along the way. Learn how Virtustream’s unique approach of combining the economics and elasticity of the consumer cloud model with proper performance, application automation and security into a platform became a breakout success with enterprise customers and a natural fit for the EMC Federation.
The Internet of Things is not only adding billions of sensors and billions of terabytes to the Internet. It is also forcing a fundamental change in the way we envision Information Technology. For the first time, more data is being created by devices at the edge of the Internet rather than from centralized systems. What does this mean for today's IT professional? In this Power Panel at @ThingsExpo, moderated by Conference Chair Roger Strukhoff, panelists addressed this very serious issue of profound change in the industry.
Discussions about cloud computing are evolving into discussions about enterprise IT in general. As enterprises increasingly migrate toward their own unique clouds, new issues such as the use of containers and microservices emerge to keep things interesting. In this Power Panel at 16th Cloud Expo, moderated by Conference Chair Roger Strukhoff, panelists addressed the state of cloud computing today, and what enterprise IT professionals need to know about how the latest topics and trends affect their organization.
It is one thing to build single industrial IoT applications, but what will it take to build the Smart Cities and truly society-changing applications of the future? The technology won’t be the problem, it will be the number of parties that need to work together and be aligned in their motivation to succeed. In his session at @ThingsExpo, Jason Mondanaro, Director, Product Management at Metanga, discussed how you can plan to cooperate, partner, and form lasting all-star teams to change the world and it starts with business models and monetization strategies.
Converging digital disruptions is creating a major sea change - Cisco calls this the Internet of Everything (IoE). IoE is the network connection of People, Process, Data and Things, fueled by Cloud, Mobile, Social, Analytics and Security, and it represents a $19Trillion value-at-stake over the next 10 years. In her keynote at @ThingsExpo, Manjula Talreja, VP of Cisco Consulting Services, discussed IoE and the enormous opportunities it provides to public and private firms alike. She will share what businesses must do to thrive in the IoE economy, citing examples from several industry sectors.
There will be 150 billion connected devices by 2020. New digital businesses have already disrupted value chains across every industry. APIs are at the center of the digital business. You need to understand what assets you have that can be exposed digitally, what their digital value chain is, and how to create an effective business model around that value chain to compete in this economy. No enterprise can be complacent and not engage in the digital economy. Learn how to be the disruptor and not the disruptee.
Akana has released Envision, an enhanced API analytics platform that helps enterprises mine critical insights across their digital eco-systems, understand their customers and partners and offer value-added personalized services. “In today’s digital economy, data-driven insights are proving to be a key differentiator for businesses. Understanding the data that is being tunneled through their APIs and how it can be used to optimize their business and operations is of paramount importance,” said Alistair Farquharson, CTO of Akana.
Business as usual for IT is evolving into a "Make or Buy" decision on a service-by-service conversation with input from the LOBs. How does your organization move forward with cloud? In his general session at 16th Cloud Expo, Paul Maravei, Regional Sales Manager, Hybrid Cloud and Managed Services at Cisco, discusses how Cisco and its partners offer a market-leading portfolio and ecosystem of cloud infrastructure and application services that allow you to uniquely and securely combine cloud business applications and services across multiple cloud delivery models.
The enterprise market will drive IoT device adoption over the next five years. In his session at @ThingsExpo, John Greenough, an analyst at BI Intelligence, division of Business Insider, analyzed how companies will adopt IoT products and the associated cost of adopting those products. John Greenough is the lead analyst covering the Internet of Things for BI Intelligence- Business Insider’s paid research service. Numerous IoT companies have cited his analysis of the IoT. Prior to joining BI Intelligence, he worked analyzing bank technology for Corporate Insight and The Clearing House Payment...
"Optimal Design is a technology integration and product development firm that specializes in connecting devices to the cloud," stated Joe Wascow, Co-Founder & CMO of Optimal Design, in this SYS-CON.tv interview at @ThingsExpo, held June 9-11, 2015, at the Javits Center in New York City.
SYS-CON Events announced today that CommVault has been named “Bronze Sponsor” of SYS-CON's 17th International Cloud Expo®, which will take place on November 3–5, 2015, at the Santa Clara Convention Center in Santa Clara, CA. A singular vision – a belief in a better way to address current and future data management needs – guides CommVault in the development of Singular Information Management® solutions for high-performance data protection, universal availability and simplified management of data on complex storage networks. CommVault's exclusive single-platform architecture gives companies unp...
Electric Cloud and Arynga have announced a product integration partnership that will bring Continuous Delivery solutions to the automotive Internet-of-Things (IoT) market. The joint solution will help automotive manufacturers, OEMs and system integrators adopt DevOps automation and Continuous Delivery practices that reduce software build and release cycle times within the complex and specific parameters of embedded and IoT software systems.
"ciqada is a combined platform of hardware modules and server products that lets people take their existing devices or new devices and lets them be accessible over the Internet for their users," noted Geoff Engelstein of ciqada, a division of Mars International, in this SYS-CON.tv interview at @ThingsExpo, held June 9-11, 2015, at the Javits Center in New York City.
Internet of Things is moving from being a hype to a reality. Experts estimate that internet connected cars will grow to 152 million, while over 100 million internet connected wireless light bulbs and lamps will be operational by 2020. These and many other intriguing statistics highlight the importance of Internet powered devices and how market penetration is going to multiply many times over in the next few years.